jusbrasil.com.br
18 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    TRF3 mantém prisão preventiva de irmãos Wesley e Joesley Batista

    Âmbito Jurídico
    Publicado por Âmbito Jurídico
    há 9 dias

    A Quinta Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), em julgamento realizado hoje (9/10), manteve as prisões preventivas de Wesley Mendonça Batista e Joesley Mendonça Batista decretadas em investigação sobre uso de informações privilegiadas no mercado financeiro.

    Por decisão unânime, o colegiado negou os pedidos de Habeas Corpus que solicitavam a revogação da prisão decretada pela 6ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Paulo. A relatora do caso, juíza federal convocada Taís Ferracini, foi acompanhada pelos desembargadores federais André Nekatshalow e Paulo Fontes. Ela já havia negado o pedido liminar nos habeas corpus.

    Durante o julgamento, os magistrados abordaram a ligação entre a colaboração premiada firmada entre os irmãos Batista e o Ministério Público Federal e as oscilações abruptas em preços de ativos e ações de empresas controladas pelo grupo JBS e J&F. Para os magistrados, os acusados viram a oportunidade de lucro fácil mediante o cometimento de novos crimes.

    Eles também destacaram a importância das prisões para a manutenção da ordem pública, considerando a reiteração de práticas criminosas e a personalidade voltada ao crime.

    HC 0003772-53.2017.4.03.0000

    HC 0003774-23.2017.4.03.0000

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)